terça-feira, 22 de novembro de 2011

Justiça injusta!

Uma brilhante abordagem do Blog  do Niltom Sumiu sobre o comportamento da justiça do Maranhão, que vira e volta pratica injustiças contra os mais pobres na defesa dos interesses da elite maranhense. Veja a repercussão da matéria na integra.

Maranhão: O Estado Mais Pobre do Brasil Têm a Justiça Mais Parcial!

Seria bem melhor que a “justiça” Brasileira fechasse as portas dos tribunais, parasse de dar sentenças contras os criminosos, e fizesse uma limpeza geral no mar de lama implantado nos porões dos tribunais de “justiça”, especialmente o tribunal do Estado do Maranhão, onde decisões retroagem para beneficiar ladrões de dinheiro publico.

Só para citar um exemplo de como a “justiça” é uma das principais responsável pelo atraso, pela roubalheira e a miséria, tomamos por base a ultima reportagem feita pela TV GLOBO, onde mostrou a dura realidade com que vive o povo sofrido da cidade de Vargem Grande-MA.
E quantas Vargens Grandes não existem por esse Maranhão afora?  Onde o dinheiro publico que na verdade teria que ser investido em projetos para melhorar a vida da população, gerar fonte de renda, gerar empregos e qualidade de vidas para as pessoas, mais que na verdade só serve mesmo é para enriquecer uns bandos de políticos ladrões, safados e filhas de uma P... Que de cada R$ (10.00) pelo menos R$ (8.00) são desviados pelo ralo da corrupção.

Que “justiça” é essa que só coloca na cadeia preto, pobre e ladrão de galinha? Pra quer se criar novas leis, se nem as leis mais antigas não são respeitadas? Ate quando vamos ter que agüentar tanto descaramento das autoridades? Que agem com dois pesos e duas medidas.
Somos todos sabedores que a “justiça” Brasileira é uma das mais parciais do mundo! Que pune quem não merece, e absorve quem deveria ser punido! Mais a do estado do Maranhão está fora de controle, só serve mesmo para beneficiar corruptos, que discaradamente todos os dias se aproveita da miséria em que vive a população para se darem bem.

A situação é tão trágica que o povo já não mais acredita numa vírgula proferida por um juiz, desembargador, deputado, vereador, prefeito, governador, ou presidente. Só para terem mais certeza do que estou falando, basta se fazer uma pesquisa, e vão ver que o povo acredita mais na imprensa do que na justiça, e ai do povo se não fosse à imprensa.
Postado por prof: Gilvan (fonte: BLOG NILTON SUMIU)

Nenhum comentário:

Postar um comentário