segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Novo trem de passageiros da EFC começa a operar em setembro

Um novo trem de passageiros começará a circular em setembro na Estrada de Ferro Carajás (EFC). A partir do dia 14, segunda-feira, quem embarcar em algum dos 15 pontos ao longo da malha atendidos pelo serviço terá a oportunidade de conhecer todas as novidades e funcionalidades dos novos carros. A renovação do transporte de passageiros, que interliga os estados do Pará e Maranhão, é um marco para a Vale, pois este ano a empresa celebra 30 anos de operações do Complexo Minerdor de Carajás e da EFC.
O novo trem foi apresentado ontem, 2, para empregados Vale e para a imprensa de Marabá. E nesta sexta-feira, 4, será apresentado também em Parauapebas.
Única empresa do país a oferecer o transporte ferroviário de passageiros em longa distância, a Vale investiu US$ 55,6 milhões na frota da EFC. Foram adquiridos 39 carros, dos quais 6 são executivos, 21 econômicos e 12 de serviços que incluem lanchonete, restaurante, especial para cadeirantes, bagageiro e gerador. Cada carro executivo da EFC tem capacidade para transportar 60 passageiros. Já nos econômicos haverá 79 lugares. Além disso, toda a composição conta com detector de fumaça, aumentando a segurança dos usuários.
Os vagões, que desembarcaram em São Luís (MA) no segundo semestre de 2014, obedecem a padrões europeus de qualidade. Mais modernos, os banheiros receberam novo layout e tecnologias voltadas a priorizar o uso sustentável dos recursos naturais, como a substituição do papel toalha por ar quente para a secagem das mãos. O sistema de descarga é a vácuo, semelhante ao utilizado na indústria da aviação, o que reduz o consumo de água. Os novos carros também são equipados com monitores de vídeo.
Os carros da classe executiva contam com sistema de som e iluminação individualizados para dar maior conforto e comodidade aos viajantes. Outro diferencial são as poltronas, mais confortáveis. As novidades contemplam também os carros-restaurante e cadeirante. O primeiro possui 72 lugares, o que representa um acréscimo de 56% em relação às composições que operam atualmente.
O trem de passageiros percorre 27 municípios e povoados, sendo quatro no sudeste paraense e 23 no Maranhão. O transporte é utilizado por 1.300 pessoas por dia e tem média de 350 mil pessoas beneficiadas por ano com o transporte ferroviário. (Ascom/Vale)

Nenhum comentário:

Postar um comentário