sábado, 5 de dezembro de 2015

Sebrae capacita moradores do povoado Primeiro Cocal

As capacitações oferecidas pela regional do Sebrae em Açailândia, ocorreram durante o mês de novembro e foram destinadas aos moradores do povoado Primeiro Cocal, no município de São Pedro da Água Branca.

IMG-20151119-WA0001
Como forma de proporcionar maior geração de renda aos moradores do Povoado Primeiro Cocal, localizado no município de São Pedro de Água Branca, a regional do Sebrae em Açailândia, ofertou durante o mês de novembro duas capacitações direcionadas à maior tendência econômica da região, o artesanato e o pescado.

Luminárias, porta retratos e jarros da fibra de bananeira. Essas foram algumas das peças artesanais feitas pelo um grupo de trinta e dois participantes do curso de artesanato com aproveitamento da fibra da bananeira, realizado de 09 a 20 de novembro e que teve por objetivo proporcionar conhecimentos e habilidades para a confecção e criação de peças de artesanato com este tipo de fibra, que é típica da região.
IMG_20151124_111617034Para a consultora do Sebrae Cristine Bertan, o curso apresentou também uma oportunidade de ganhar uma renda extra. “A capacitação proporcionou o ganho de um dinheiro a mais, porém, é preciso que eles se dediquem na criação das peças e depois na comercialização”, frisou.

Já no curso de tecnologia na área do pescado, realizado entre os dias 16 e 27 de novembro, um grupo de vinte moradores do povoado, aprenderam a manejar, transportar, armazenar e processar o peixe, da maneira correta. Além de fazerem produtos culinários com a carne do peixe, como almôndegas, hambúrguer e linguiças.

Para Rosângela Pereira, participante do curso de pescado, a capacitação foi bastante proveitosa, pois ensinou várias formas de apresentar o peixe para o consumidor, o que poderá gerar um aumento significativo de sua renda. “O curso nos ensinou a ganhar dinheiro através de diferentes tipos de produtos, fabricados a partir da carne do peixe e também com a venda do filé ou da costelinha do peixe em bandejas”, enfatizou.
O gestor de projetos do Sebrae em Açailândia, Rhaufe Fonseca, enfatizou a importância dos cursos para a comunidade. ”A comunidade do Primeiro Cocal tem a pesca como uma fonte de renda, pensando nisso, o curso foi ofertado a fim de ensinar técnicas para o manuseio, manipulação e armazenamento do peixe para a comercialização. Já o curso de artesanato ensinou o melhor aproveitamento de uma matéria prima facilmente encontrada na região, também com o foco na comercialização. Ambos tiveram por finalidade contribuir com maior geração de renda na localidade”, enfatizou.
Por profº. Gilvan

Nenhum comentário:

Postar um comentário