domingo, 14 de fevereiro de 2016

Governador e ministro lançam campanha nacional de combate ao Aedes aegyp...


Flávio Dino e o Ministro Jaques Wagner visitam moradores durante lançamento da campanha contra o Aedes aegypti


Ministro Jacques Wagner, Governador Flávio Dino, secretário Estadual de Saúde Marcos Pacheco e demais autoridades visitam residências no bairro do São Francisco. Fotos: Gilson Teixeira/Secom
Ministro Jacques Wagner, Governador Flávio Dino, secretário Estadual de Saúde Marcos Pacheco e demais autoridades visitam residências no bairro do São Francisco. Fotos: Gilson Teixeira/Secom
Na capital, a ação nacional de enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti foi iniciada nos Bairros do São Francisco e Ilhinha que, de acordo com o Levantamento do Índice Rápido do Aedes Aegypti (Lira), apresentam alto risco de infestação do mosquito. Após a cerimônia, o governador Flávio Dino e o ministro chefe da Casa-Civil, Jaques Wagner, visitaram a residência de moradores do Bairro São Francisco e participaram da checagem e orientação de como se prevenir e evitar a proliferação do mosquito.
Sr. Ribamar, morador do Bairro São Francisco, considera importante a ação nacional. Foto: Divulgação/Secom
Sr. Ribamar, morador do Bairro São Francisco, considera importante a ação nacional. Foto: Divulgação/Secom
Para Ribamar, morador antigo do bairro, a campanha é importante e para veio garantir a consciência do papel da população. “A campanha tem que ser feita e todos precisam ser conscientes, temos de unir forças”, enfatizou.
Além das visitas às casas, o governador Flávio Dino e o Ministro Jaques Wagner percorreram alguns pontos do bairro conversando com os moradores sobre a necessidade de estarem atentos e denunciarem pontos favoráveis ao desenvolvimento do Aedes aegypti, categorizando a ação como uma causa de todos.
Campanha de Combate
A Secretaria de Estado da Saúde lançou o Plano Emergencial de Enfrentamento da Dengue, Chikungunya e ZikaVírus, que tem como objetivo a conjugação de esforços para a intensificação do controle vetorial nos 217 municípios, à exemplo do eixo da capacitação permanente, iniciando pela integração e articulação das atividades de campo pelos 15.800 Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e dos 2.313 Agentes de Combate a Endemias (ACE) no Maranhão.
A população também pode denunciar possíveis focos de proliferação do mosquito do Aedes aegypti através dos números de whatsapp (98) 98411 2086 / 98411 7085, disponibilizados e gerenciados pela Secretaria de Saúde, para que haja ação imediata no local de agentes de saúde.

Por profº. Gilvan

Nenhum comentário:

Postar um comentário