domingo, 14 de fevereiro de 2016

Justiça com as próprias mãos? Supostos matadores de empresário são resgatados da delegacia de Buriti para execução

Trio invade o distrito policial do município de Buriti, Interior do Maranhão, para resgatar dois presos envolvidos no assassinato do empresário Kalleu Torres (26 anos), ocorrida no terça-feira (9) durante festa de carnaval.
                        
O fato ocorreu, na madrugada deste domingo (14), por volta das 1h40, e sequestraram os dois suspeitos de envolvimentos na morte do empresário.

De acordo com as informações de policiais da cidade de Buriti, no Maranhão, os supostos matadores do empresário Kalleu Alan Vieira Fortes Pontes Torres, de 26 anos, foram resgatados da delegacia em uma ação ousada de prováveis justiceiros, por volta de 1h40 deste domingo (14).

A ação de resgate ocorreu quando um homem e uma mulher simularam um registro de boletim de ocorrrência (B.O) sobre um suposto roubo de uma motocicleta, apenas com o objetivo de entrar na delegacia. Seguindo procedimento padrão, o carcereiro informou que eles teriam de procurar a Polícia Militar (PM) para relatar o caso. Os dois, então, disseram não ter visto nenhuma viatura no DPM, e se retiraram da delegacia.

Pouco tempo depois, o homem e a mulher chegam com um homem que simulava estar com as mãos amarradas, e que seria o autor do roubo da motocicleta. Eles insistiram para entrar na delegacia para que o suposto ladrão fosse colocado em uma cela.

Diante da insistência, o carcereiro abriu o portão de entrada da delegacia e as duas supostas vítimas pediram para que ele ligasse para PM. Nesse momento, eles sacaram suas armas e apontaram para o carcereiro para que o mesmo entregasse nomes dos envolvidos na morte do empresário e as chaves da cela.

Sob a mira de armas, o carcereiro foi forçado a abrir a cela onde estavam Sabino Neto Cardoso dos Santos e Leonardo Vieira Silva, o “Cafuringa”, ambos presos sob acusação de participação no assassinato de Kalleu Torres. Eles tiraram os dois suspeitos, usaram algemas nos pés e nas mãos, colocaram no carro e saíram. 
Tanto Sabino quanto Cafuringa, moradores do bairro Bacuri, já têm passagem por tráfico de drogas e por porte ilegal de arma. Os acusados foram presos logo após a morte do empresário Kalleu Torres, a partir de informações colhidas pela polícia instantes após o crime. Outros dois acusados ainda estão sendo procurados pela polícia, mas não tiveram seus nomes revelados.
                                                                                                
Populares já relatavam desde o crime que homens desconhecidos, em carros, eram vistos fazendo rondas nas mediações do bairro Bacuri, onde residiria a maioria dos suspeitos em envolvimento na morte de Kalleu.

Até o momento, a polícia não conseguiu localizar os autores do resgate dos acusados da morte do empresário.

O assassinato do empresário

O empresário piauiense Kaleu Torres, dono do Varejão do Povo, em Miguel Alves/PI, foi morto com uma facada abaixo do peito esquerdo na noite desta segunda-feira (08) após um bloco de Carnnaval em Buriti, no Maranhão. 

A confusão teria começado ainda no corredor da folia quando, segundo testemunhas, o empresário teria derrubado, acidentalmente, uma garrafa de bebida em um grupo de jovens. A partir daí, um tumulto e um quebra-quebra de garrafas teria começado.

Segundo o tenente Miguel Ramos Batista, comandante da companhia de Polícia Militar da região, Kaleu chegou a ser perseguido, mas acabou sendo atingido com uma facada. Ainda na tentativa de escapar ele foi derrubado em frente a uma pizzaria onde foi violentamente executado pelos perseguidores.

O show do Carnaval foi interrompido antecipadamente por conta do crime e o SAMU foi chamado até o local para socorrer o empresário, que não resistiu e acabou morrendo no local.

Kalleu foi assassinado em uma festa de carnaval
Segundo a Polícia, dois suspeitos foram presos logo após o crime e o terceiro foi localizado na manhã de terça. Kaleu Torres era natural de Miguel Alves e morava há três anos em Buriti, onde era conhecido por patrocinar eventos na cidade.

Confira o empresário participando de uma manifestação contra a violência na cidade de Buriti.


Comerciante Kalleu Torres faz apelo pela paz em Buriti
Fonte: Blog do Gilberto Lima
Por profº. Gilvan

Nenhum comentário:

Postar um comentário