Informar bem é o nosso compromisso!

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

PLACA DA PRAÇA DA JUVENTUDE CANSOU DE ESPERAR INAUGURAÇÃO E CAIU NO CHÃO!


Praça da Juventude, uma obra tão aguardada pela população de São Pedro, mas que até o momento não foi inaugurada apesar de todos os recursos já terem sido liberados pelo Ministério do Esporte, conforme atesta o Portal da Transparência do Governo Federal, Convênio de Nº 719994.

Essa obra custou ao Governo Federal o montante de quase 1.600.000(Hum Milhão e Seiscentos Mil Reais) e é fruto de um projeto do Deputado Federal Davi Júnior.

Em 03 de junho de 2010 foi lançada a pedra fundamental da obra, e apesar do último recurso na ordem de 420.618,39 já ter sido liberado, ainda em 16/08/2013, o que se ver são cenas tristes de mais uma obra inacabada em nosso município.  Aproveito o ensejo e pergunto ao prefeito Vanderlúcio Simão Ribeiro(PMDB) e ao seu Vice – Pelezinho(PSC): Pra onde foi o dinheiro da Praça da Juventude? Com a palavra o MP de São Pedro da Água Branca.

Por prof: Gilvan

Leia Mais >>

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

DOR DE COTOVELO!

A você velho "CARCAMANO" que não conhece quem é Cleyton Noleto vou já lhe dizer!

CLAYTON NOLETO é administrador de empresas na Região Tocatina, Clayton Noleto é especialista em Planejamento Estratégico. Com forte atuação no setor privado, Noleto foi professor e instrutor Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), nas áreas de Gestão e Planejamento.
Habilitado pelo programa Empretec como empreendedor, desenvolvido pela Organização das Nações Unidas (ONU), Clayton Noleto é também historiador e bacharel em Direito. Foi coordenador da coligação “Todos pelo Maranhão” em apoio à candidatura de Flávio Dino na Região Tocantina.
Assumindo a pasta da Infraestrutura do Governo do Estado, Clayton Noleto deverá conduzir as obras viárias e transporte do estado com muita competência e honestidade.
Por prof: Gilvan

Leia Mais >>

terça-feira, 21 de outubro de 2014

Vereadora Drª Lillian protocola na Câmara de Vereadores requerimentos convocando 6 pessoas para prestarem esclarecimentos das denúncias apontadas a CPI da Corrupção

Veja os nomes abaixo:

Divino Pereira da Silva
Funcionário fantasma da prefeitura e dono da empresa fantasma D.P. Silva Construções

Vanderli dos Reis Simão
Irmão do prefeito e assina como procurador da empresa fantasma D.P. Silva Construções

Gisly Keila Souza dos Santos, Marivalda de Oliveira Martins e Elnatan Gregório de Lima
Integrantes que assinam e compõem a Comissão Permanente de Licitação – CPL, suspeita de fraudar licitações

Idelfonso Ataíde
Vendedor de uma fazenda para Vanderlúcio Simão Ribeiro


NOTA DE ESCLARECIMENTO



       Com intuito de esclarecer perante a opinião pública as denúncias de Corrupção que envolvem a atual administração, e já estão sendo inclusive objeto de investigação por uma CPI instaurada na Câmara de Vereadores de São Pedro da Água Branca, venho a público expor os requerimentos que protocolei na Câmara na data de hoje.




São Pedro da Água Branca, 21 de Outubro de 2014.




Lillian Gonçalves de Oliveira PP
VEREADORA


Ex.ma Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito:





                            LILLIAN GONÇALVES DE OLIVEIRA, Vereadora vem, perante V. Ex.a, requerer explicação detalhada e por escrito do andamento do processo da Comissão Parlamentar de Inquérito, desde o acolhimento pelo egrégio plenário, instalação e atos subseqüentes, na conformidade da legislação aplicável à espécie.

P. deferimento.

São Pedro da Água Branca, 21 de outubro de 2014.




Lillian Gonçalves de Oliveira PP
VEREADORA



Ex.ma Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito:





                            LILLIAN GONÇALVES DE OLIVEIRA, Vereadora vem, perante V. Ex.a, requerer a oitiva de Divino Pereira da Silva, na qualidade de empresário e de servidor público municipal (assistente social) por essa CPI, na conformidade da denúncia por infração político-administrativa.

P. deferimento.

São Pedro da Água Branca, 21 de outubro de 2014.




Lillian Gonçalves de Oliveira PP
VEREADORA


  

Ex.ma Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito:





                            LILLIAN GONÇALVES DE OLIVEIRA, Vereadora vem, perante V. Ex.a, requerer a oitiva de Vanderli dos Reis Simão, na qualidade de irmão do Prefeito Municipal e de quem assina pela D.P. SILVA CONSTRUÇÕES por essa CPI, na conformidade da denúncia por infração político-administrativa.

P. deferimento.

São Pedro da Água Branca, 21 de outubro de 2014.




Lillian Gonçalves de Oliveira PP
VEREADORA

  

Ex.ma Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito:






                            LILLIAN GONÇALVES DE OLIVEIRA, Vereadora vem, perante V. Ex.a, requerer a oitiva de GISLY KEILA SOUZA DOS SANTOS RODRIGUES, MARIVALDA DE OLIVEIRA MARTINS, ELNATAN GREGÓRIO DE LIMA, integrantes que assinam e compõem a Comissão Permanente de Licitação – CPL e que, portanto devem ser ouvidos pela CPI, na conformidade da denúncia por infração político-administrativa.


P. deferimento.

São Pedro da Água Branca, 21 de outubro de 2014.




Lillian Gonçalves de Oliveira PP
                                                           VEREADORA

Ex.ma Vereadora Presidente de Comissão Parlamentar de Inquérito:






                            LILLIAN GONÇALVES DE OLIVEIRA, Vereador vem, perante V. Ex.a, requerer a convocação de Idelfonso Ataíde, vendedor de uma fazenda para Vanderlúcio Simão Ribeiro, para depor perante essa CPI, na forma e termos da legislação pertinente.

P. deferimento.

São Pedro da Água Branca, 20 de outubro de 2014.



___________________________________

Vereadora Lillian Gonçalves de Oliveira PP

Do Blog da  Drª Lillian Gonçalves
Por prof: Gilvan

Leia Mais >>

segunda-feira, 20 de outubro de 2014

Sessão da Câmara na qual seria apresentado primeiro relatório dos trabalhos da CPI da Corrupção é marcado pela presença de apenas 3 vereadores


Vereadores se ausentaram com o intuito de boicotar Comissão Parlamentar de Inquérito uma estratégia para esvaziar expectativa da população sobre os resultados que serão apresentados por membros da comissão

O parlamentar Francildo Moura lamentou a ausência dos colegas vereadores na sessão de hoje(21/05), data na qual estava marcado para os membros titulares da CPI da Corrupção apresentarem seu primeiro relatório preliminar dos trabalhos da Comissão realizados até agora.  Para o Vereador é preciso que a Comissão da CPI da Corrupção compreenda que existe um prazo a ser cumprido, e ele se encerra no dia 5 de dezembro.
Vereadora Drª Lillian reclamou da ausência dos membros da CPI e pediu agilidade nos trabalhos de investigação das denúncias e punição aos culpados
                           
A Vereadora Drª Lillian informou a este Blog que irá pedir apoio aos colegas da Câmara para solicitarem uma reunião extra com os membros da CPI, a vereadora explicou que é preciso ter mais clareza nos trabalhos da Comissão, que a população São - pedrense aguarda ansiosamente pela conclusão das investigações das inúmeras denúncias envolvendo o Prefeito Vanderlúcio Simão Ribeiro(PMDB) e sua gestão.
Não é só o prefeito que tem que sofrer punições, todas as pessoas que formam essa quadrilha responsável pelos desvios dos recursos público do povo de São Pedro, devem pagar pelos seus erros”, Disse a vereadora Drª Lillian.
Tema da saúde abordado mais uma vez
Não é a primeira vez que dizemos isso aqui na tribuna, e já começa a parecer repetitivo, mas se já estava ruim a situação da saúde de São Pedro, ela tem conseguido piorar ainda mais a cada dia que se passa. Até quando vamos ter que conviver vendo amigos, vizinhos e parentes morrendo a míngua por conta das condições precárias do Hospital Público de nossa cidade? ” Disse a vereadora Sônia Maria.
O secretário de Saúde de São Pedro da Água Branca, Francisco Taveira Peixoto, foi chamado pelos  vereadores de secretário incompetente, omisso e conivente com os desvios de recursos na secretaria que ele administra.

Ausência mal explicada

A ausência no dia marcado para a Comissão Parlamentar de Inquérito(CPI) apresentar seu primeiro relatório preliminar, não caiu muito bem aos olhos dos vereadores e moradores de São Pedro da Água Branca que compareceram a Câmara para acompanhar o desfecho dos trabalhos dos parlamentares sobre as investigações das denúncias de Corrupção na Gestão Vanderlúcio, a frente da prefeitura de São Pedro da Água Branca. Mais uma vez as pessoas se fazem a mesma pergunta, quem eles pensam que estão enganando?

Vereadores presentes na sessão de hoje(20/10)

Vereadora Drª Lillian
Vereadora Sõnia Maria
Vereador Francildo Moura

Vereador Didi 
Obs: Chegou após o término da sessão e informou que o motivo do atraso é porque o carrou teria quebrado no caminho de sua chácara até o município de São Pedro, mas já informou que é a favor da CPI e de todas as investigações das denúncias protocoladas na Câmara, doa a quem doer. 


Vereadores faltosos e acusados pelas pessoas presentes na Sessão da Câmara de boicotar a CPI da Corrupção

      Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI da Corrupção
     Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI da Corrupção
      Membro da Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI da Corrupção
Vereador Chiquin da Van
                            Presidente da Câmara de vereadores
Por prof: Gilvan

Leia Mais >>

domingo, 19 de outubro de 2014

Hospital Público do Município de São Pedro da Água Branca, na rota das investigações da Polícia Federal

A Polícia Federal do Maranhão vem afunilando a cada dia uma rigorosa investigação sobre a Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão, em parceria com a Controladoria Geral da União (CGU), entre outros órgãos fiscalizadores.
Durante uma sigilosa apuração de anos, os federais descobriram que um assessor do cargo de Gestor FES assina todos os contratos oriundos de Saúde, sendo assim um escudo humano para não afetar diretamente ou indiretamente o ordenador de despesas da Pasta.

Em boa parte dos contratos assinados pelo assessor, aparecem como maiores beneficiados em cifras milionárias um Instituto e a Associação Tocantina para o Desenvolvimento da Saúde, ambas atuam administrando diversos hospitais do estado.
Nas investigações foi constatado também contratos em valores extremamente elevados para uma construtora executar serviço de construção, manutenção e reforma de unidade hospitalares onde deveriam ser utilizado um material, mas usaram outro inferior ao que tem na clausula contratual.

O desencadeamento da Operação da Polícia Federal vai relevar os milhões desviados e como atua na Saúde do Estado uma organização criminosa (ORCRIM).

A bomba de efeito retardado vai estourar ainda neste ano.

Hospital Público do Município de São Pedro da Água Branca, na rota das investigações da Polícia Federal

Um elefante branco de obras inacabadas, o Hospital Municipal de São Pedro da Água branca,  passa por uma reforma que se arrasta desde 2010, mas o que se vê é uma situação de total abandono. Banheiros  interditados, vazamentos,  paredes com infiltração sujas de sangue, pias sem torneiras, etc... As condições de abandono da unidade de saúde já foram objeto de várias denúncias no Ministério Público local.
                                   
                                                 Bonito por fora e um desastre por dentro
De acordo com informações levantadas, a Secretaria de Saúde do Estado do Maranhão liberou recursos na ordem de R$ 1.405.885,10 (hum milhão, quatrocentos e cinco mil, oitocentos e oitenta e cinco reais e dez centavos) para equipar, reformar e ampliar a estrutura física do hospital. A obra iniciou em 2010 e continua inacabada, apesar de todos os recursos terem sido liberados para o município.

A obra iniciada no meio do primeiro mandato do prefeito Vanderlúcio Simão Ribeiro(PMDB) sem previsão para terminar, agora pode trazer muitas dores de cabeça para ele, uma vez que, o município de São Pedro da Água Branca está incluído entre um dos 72 municípios que ganharam recursos para construir ou ampliar e reformar hospitais públicos, hoje todos sob suspeitas.

Veja o contrato que a prefeitura firmou com a Empresa NESP para fazer a obra que até hoje não foi concluída.

EXTRATO DE CONTRATO. CONTRATO: Nº. 073/2010; TOMADA DE PREÇOS: 19/2010; CONTRATANTE: Município de São Pedro da Água Branca; CONTRATADA:NESP Empreendimentos Ltda, CNPJ/MF n.º 01.336.235/0001-11, estabelecida na Rua Gonçalves dias, 1833, Centro - Imperatriz-MA; OBJETO: Reforma e Ampliação do Hospital Municipal, localizado na sede do município de São Pedro da Água Branca; FUNDAMENTO LEGAL: Lei Federal 8.666/93; VIGÊNCIA: 180 (cento e oitenta) dias; VALOR TOTAL: R$ 1.405.885,10 (um milhão, quatrocentos e cinco mil, oitocentos e oitenta reais e dez centavos); DOTAÇÃO ORÇAMENTÁRIA: 10 122 0052 1-033; FONTE DE RECURSOS: Convênio nº 329/2009-SE. São Pedro da Água Branca - MA, 22 de fevereiro de 2010. VANDERLÚCIO SIMÃO RIBEIRO - Prefeito Municipal.
Por prof: Gilvan

Leia Mais >>

sábado, 18 de outubro de 2014

Veja a lista dos 163 municípios do MA que serão beneficiados com recursos para a Saúde

Gestores devem procurar a superintendência do BB, em São Luís, ou as agências locais para a devida formalização de convênios

A Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (Famem) intermediou proposta de acordo que resultará na liberação, por parte do Banco do Brasil, de recursos da área da saúde para 163 municípios maranhenses. A informação é da Assessoria da Federação.
O repasse está suspenso desde o mês de julho deste ano, devido a um Termo de Ajustamento de Conduta firmado entre o Ministério Público Federal e o BB com o objetivo de impedir que as verbas federais repassadas pela União ao Fundo Estadual de Saúde fossem desviadas no momento do seu envio/pagamento para as Prefeituras enquadradas no Bloco MAC (Média e Alta Complexidade). O não repasse dos recursos por parte do Banco do Brasil está ocasionando sérias dificuldades financeiras a estas cidades maranhenses.
Presidente da Famem acionou o setor jurídico da entidade para intermediar uma solução para o impasse. Foto: Divulgação
EM DEFESA DOS MUNICÍPIOS Presidente da Famem acionou o setor jurídico da entidade para intermediar uma solução para o impasse. Foto: Divulgação
No último dia 13, durante videoconferência realizada na sede da superintendência regional do Banco do Brasil, em São Luís, o setor jurídico da Famem intermediou, junto aos representantes do MPF e BB o seguinte acordo: para não mais continuar prejudicando financeiramente os municípios e suas populações, a instituição bancária formalizará convênios com as 163 Prefeituras para que as mesmas possam emitir boleto de cobrança das suas produções mensais (AIHs) para pagamento pela Secretaria de Estado da Saúde e, desta forma, receber os recursos oriundos da União e repassados ao FES.
A proposta, além do Ministério Público Federal e Banco do Brasil, foi aprovada por representantes da Secretaria de Estado da Saúde e da Controladoria Geral da União. Tal medida, de acordo com o que ficou definido durante a reunião, continuará sendo adotada pelo BB até que a instituição bancária modifique ou altere o seu sistema de travas visando permitir que o mesmo aceite mais de uma transferência de recursos entre entes governamentais.
De acordo com o jurídico da Famem, a superintendência regional do Banco do Brasil já está se movimentando no sentido de executar o acordo junto as Prefeituras, as quais devem imediatamente procurar a superintendência da instituição bancária ou mesmo as agências locais para a devida formalização do supracitado convênio.
Informações detalhadas sobre o assunto também podem ser obtidas através do telefone 3215 4900, da Superintendência Regional do BB.
Abaixo, a lista completa dos 163 municípios maranhenses beneficiados:
  • Afonso Cunha
  • Água Doce do Maranhão
  • Alcântara
  • Aldeias Altas
  • Altamira do Maranhão
  • Alto Alegre do Maranhão
  • Alto Alegre do Pindaré
  • Alto Parnaíba
  • Amapá do Maranhão
  • Amarante do Maranhão
  • Anajatuba
  • Anapurus
  • Apicum-acu
  • Araguanã
  • Araioses
  • Arame
  • Axixá
  • Bacabeira
  • Bacuri
  • Bacurituba
  • Barão de Grajaú
  • Bela Vista do Maranhão
  • Belágua
  • Benedito Leite
  • Bequimão
  • Bernardo do Mearim
  • Boa vista do gurupi
  • Bom jardim
  • Bom jesus das selvas
  • Bom lugar
  • Brejo
  • Brejo de areia
  • Buriti
  • Buriti bravo
  • Buritirana
  • Cachoeira Grande
  • Cajapió
  • Cajari
  • Campestre do Maranhão
  • Cândido Mendes
  • Cantanhede
  • Capinzal do Norte
  • Cedral
  • Central do Maranhão
  • Centro do Guilherme
  • Centro Novo do Maranhão
  • Cidelândia
  • Conceição do Lago-Açu
  • Davinópolis
  • Duque Bacelar
  • Feira Nova do Maranhão
  • Fernando Falcão
  • Formosa da Serra Negra
  • Fortaleza dos Nogueiras
  • Fortuna
  • Godofredo Viana
  • Gonçalves Dias
  • Governador Archer
  • Governador Edison Lobão
  • Governador Eugênio Barros
  • Governador Luiz Rocha
  • Governador Newton Bello
  • Graça Aranha
  • Guimarães
  • Humberto de Campos
  • Icatu
  • Igarapé do Meio
  • Igarapé Grande
  • Itaipava do Grajaú
  • Itinga do Maranhão
  • Jatobá
  • Jenipapo dos Vieiras
  • Joselândia
  • Junco do Maranhão
  • Lago do Junco
  • Lago dos Rodrigues
  • Lago Verde
  • Lagoa do Mato
  • Lagoa Grande do Maranhão
  • Lajeado Novo
  • Lima Campos
  • Loreto
  • Luis Domingues
  • Magalhães de Almeida
  • Maracaçumé
  • Marajá do sena
  • Maranhãozinho
  • Mata Roma
  • Matinha
  • Matões
  • Matões do Norte
  • Milagres do Maranhão
  • Mirador
  • Mirinzal
  • Monção
  • Montes altos
  • Morros
  • Nina Rodrigues
  • Nova Colinas
  • Nova Iorque
  • Nova Olinda do Maranhão
  • Olho d’Água das Cunhas
  • Olinda Nova do Maranhão
  • Palmeirândia
  • Passagem Franca
  • Pastos Bons
  • Paulino Neves
  • Paulo Ramos
  • Pedro do Rosário
  • Peri Mirim
  • Peritoró
  • Pindaré mirim
  • Pirapemas
  • Porto Rico do Maranhão
  • Presidente Juscelino
  • Presidente Médici
  • Presidente Sarney
  • Presidente Vargas
  • Primeira Cruz
  • Raposa
  • Riachão
  • Ribamar Fiquene
  • Rosário
  • Sambaíba
  • Santa Filomena do Maranhão
  • Santa Luzia do Paruá
  • Santa Quitéria do Maranhão
  • Santana do Maranhão
  • Santo Amaro do Maranhão
  • Santo Antônio dos Lopes
  • São Benedito do Rio Preto
  • São Bernardo
  • São Domingos do Azeitão
  • São Domingos do Maranhão
  • São Felix de balsas
  • São Francisco do Brejão
  • São Francisco do Maranhão
  • São João Batista
  • São João do Caru
  • São João do Paraíso
  • São João do Sóter
  • São José dos Basílios
  • São Luis Gonzaga do Maranhão
  • São Pedro da Água Branca
  • São Pedro dos Crentes
  • São Raimundo das Mangabeiras
  • São Raimundo do Doca Bezerra
  • São Roberto
  • Satubinha
  • Senador Alexandre Costa
  • Senador La Rocque
  • Serrano do Maranhão
  • Sitio Novo
  • Sucupira do Norte
  • Sucupira do Riachão
  • Tasso Fragoso
  • Timbiras
  • Trizidela do Vale
  • Tufilândia
  • Turiaçu
  • Turilândia
  • Urbano Santos
  • Vila Nova dos Martírios

Leia Mais >>

Operação prende oito vereadores picaretas na Câmara de Joaquim Gomes, AL

Ex-secretário de saúde de Joaquim Gomes também foi preso na operação.
Políticos são acusados de receber dinheiro para apoiar gestão municipal.


Uma operação realizada pelo Ministério Público Estadual (MP) por meio do Grupo Estadual de Combate às Organizações Criminosas (Gecoc), com apoio das polícias Civil e Militar, prendeu oito vereadores e o ex-secretário de Saúde de Joaquim Gomes, região Norte deAlagoas, na tarde desta quarta-feira (8). De acordo com as investigações, os políticos teriam recebido dinheiro para integrar a base aliada do prefeito afastado daquele município, Toinho Batista (PSDB).
As prisões ocorreram na Câmara dos Vereadores. Particiram da operação o Batalhão de Operações Especiais (Bope), o Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre) e agentes da Polícia Civil coordeanadas pelo diretor-geral Carlos Reis.
Foram presos Edivan Antônio da Silva, Antônio Gonzaga Filho, Edvaldo Alexandre da Silva Leite, Cícero Almeida Lira, Adriano Barros da Silva, Antônio Márcio Jerônimo da Silva, Antônio Emanuel de Albuquerque de Moraes Filho, o Maninho, e Tereza Cristina Oliveira de Almeida. O ex-secretário de Saúde do município, Ledson da Silva, também foi preso por intermediar o pagamento aos vereadores.
O promotor de Justiça Carlos Davi Lopes Correia Lima disse que as investigações começaram na primeira quinzena de setembro, quando o MP recebeu a denúncia de corrupção. “Descortinamos uma verdadeira organização criminosa composta por legisladores e integrantes do Executivo, que visava vender o apoio político à administração afastada em troca de uma quantia mensal, no valor de R$ 2 a 4 mil”, explicou o promotor.
O coordenador do Gecoc, promotor de Justiça Alfredo Gaspar de Mendonça, revela que, entre as provas que motivaram o pedido de prisão cautelar à Justiça, encontra-se um vídeo no qual mostra os vereadores recebendo dinheiro do ex-secretário de Saúde. “Eles recebiam uma espécie de 'mensalinho' para apoiar as ações do governo municipal e não efetivar a fiscalização devida”, destacou.
No vídeo registrado por uma câmera escondida dentro do veículo utilizado por Ledson da Silva, o primeiro a aparecer é Edivan Antônio, que também trabalha como escrivão do Fórum de Joaquim Gomes . O vereador é filmado recebendo uma quantia de dinheiro e, em seguida, cobrando a parte de Adriano Barros e Antônio Márcio.
Também foram registrados os momentos em que o ex-gestor repassava o pagamento em espécie ao presidente da Câmara, Antônio Gonzaga Filho, e aos vereadores Edvaldo Alexandre e Cicero Lira. Já Antônio Emanuel de Albuquerque e Tereza Cristina Oliveira receberiam dinheiro durante um encontro realizado em Maceió. “Todo mundo que tem acordo pega”, revela o representante da Prefeitura Municipal no vídeo.
Os mandados foram expedidos pela 17ª Vara Criminal da Capital. Os presos serão levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Maceió, onde farão exame de corpo de delito, e em seguida, deverão ser ouvidos por promotores.
Por prof: Gilvan

Leia Mais >>

  ©Blog O folheto - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo